quarta-feira, 24 de junho de 2009

Kodachrome

Muitos vão me perguntar o que um filme fotográfico tem a ver com Carangos e Afins.
Concordando com meu colega blogueiro Joel do Sport Prototipos: "O que seriam dos carros sem a fotografia?" . Como essas maquinas maravilhosas poderiam ser apreciadas por todos?
Por isso faço minha homenagem ao Kodachrome. Produzido desde 1935 o famoso "slide" deixa de ser produzido.
Virou musica de Simon e Garfunkel e nome de um vale nos Estados Unidos.
Foi marcante na vida de milhões de pessoas que tinham que pegar um projetor para colocar na sala e mostrar as fotos das férias para os parentes.
Levava um tempão para revelar e montar, mas a qualidade da imagem é sem duvida insuperável, mesmo nas mãos de amodores.
Apesar da evolução da fotografia digital, estamos falando em algo como comparar um vinil com um CD de audio.





6 comentários:

Felipão disse...

Belíssima lembrança, Gustavo. Aliás, o Joel resumiu bem com essa frase. Assim, mais um ciclo que se encerra, diante das modernas tecnologias...

Luís Augusto disse...

Belas fotos!
A Kodak é um ícone americano como a Ford ou a Chevrolet, mas, ao contrário dessas, está conseguindo se reinventar. Espero que sobreviva por muitos anos ainda.

Joel Marcos Cesetti disse...

É...e pensar que tudo começou com ele.

Hoje temos muitos recursos mas mesmo assim precisamos do talento dos profissionais.

Valeu!

abs

Ron Groo disse...

É.. .Kodak... Sinonimo de filmes fotográficos.

Teca disse...

Quanta lembrança, Gustavo. Entrei num saudosismo sem tamanho agora: meu véio fez uma verdadeira história familiar em forma de slides. Foram muitos momentos de projeções e alegrias!

Em tempo: gostei da nova ilustração do blog. Mestre Maurício fazendo presença...

Beijos.

guilherme gomes disse...

Maravilhosa essa foto com o Lincoln três janelas!